Mal de altitude e atendimento médico na Bolívia

Mal de altitude e atendimento médico na Bolívia

30 de junho de 2019 0 Por Isa

Estivemos 15 dias na Bolívia, passamos pelas cidades: Santa Cruz de La SierraLa PazCopacabana, Uyuni e Potosí. Aprendemos bastante sobre o mal de altitude e alguns dos efeitos que ele causa.

Além disso também precisamos passar por algumas consultas médicas por lá, e vou relatar aqui como foi e quanto custa o atendimento na Bolívia!

O que é mal de altitude?

É um mal-estar causado pelas regiões com altitudes elevadas. Acima de 2400 metros já se sente um grande desconforto, pois quanto maior altitude o ar é mais rarefeito e fica mais difícil de respirar, ainda mais quando você não é acostumado.

Esse foi o nosso caso, chegamos por lá sem saber se era verdade ou não. Mas assim que desembarcamos em Potosí já sentimos mais cansaço e dificuldade em respirar.

Potosí fica a 4 mil metros de altitude e quando cheguei na cidade já senti os efeitos, a coisa piorou quando subi as escadas do hostel. Eu estava com MUITA dificuldade de respirar, a coisa ficou feia mesmo e Ayrton inclusive ficou bem preocupado.

Eu tomei um remédio que trouxe do Brasil e fui dormir, pra ver se ajudava e melhorei <3

 

Remédios para mal de altitude (Que usamos)

Depois de muito procurar na internet, encontramos alguns remédios que poderiam nos ajudar nos efeitos do Mal da Altitude. Nem todos esses remédios são medicações farmacêuticas, mas também ajudam e muito nos efeitos.

Essas medicações foram as que nós tomamos, porém é importante que você se consulte com o seu médico para poder tomar determinadas medicações!

Diamox

Também é indicado para prevenir e aliviar os sintomas associados à doença aguda das montanhas em alpinistas, devido a subida rápida e naqueles que são muito suscetíveis à doença, apesar da subida gradual.

Soroche Pills

Este remédio é específico para tratar os sintomas do mal de altitude, é vendido somente nas regiões andinas. 

Complexo B

As recomendações foram de irmos tomando Vitamina B12 uns 15 dias antes da viagem. Como eu não encontrei, comprei um frasco de Complexo B.

Coca e derivados

Em todo lugar por lá tinha coca e derivados da folha. Assim que deu piriri o moço do hostel já deu umas folhas pra gente e nos ensinou a fazer o chá para tomarmos.
Depois quando fui na farmácia, encontrei também balas de coca que foram muito úteis já que o chá é sem gosto.

Hidrate-se

Beba bastante água, isso é muito importante. Esteja hidratado e procure descansar o seu corpo sempre que possível. Na altitude qualquer esforço, por menor que seja, requer bastante ar.

Alguns dos sintomas do mal de altitude

wikipédia elenca uma série de sintomas do mal de altitude, mas muitos dos sintomas que eles elencam não são tão recorrentes.

Os sintomas mais comuns do mal de altitude são:

  • Dor de cabeça
  • Fadiga
  • Falta de ar
  • Tonturas
Eu senti todos esses sintomas, exceto dor de cabeça. Mas com o tempo já estava acostumada e nem sentia tanta dificuldade.

Como lidei com o mal de altitude?

Bom, eu já estava com bastante medo do mal de altitude estragar minha viagem. Isso porque não sou nenhuma atleta, e dias antes da viagem já estava com uma rotina bem sedentária.

É importante você separar um ou dois dias para se aclimatar na cidade, ou seja, tire esses dias para não fazer nada que vá requerer esforço de você. Nada de caminhadas muito longas ou roteiros puxados, se possível só fique no seu hotel descansando. Assim o seu corpo vai reconhecendo o novo espaço e se acostumando.

Além do tempo de aclimatação, fique atenta(o) se o seu hotel/hostel tem escadas. Eu senti que subir dois lances de escadas foi muito prejudicial para mim, era uma dificuldade enorme para chegar no meu quarto. E quando chegava no quarto precisava de 15 minutos descansando para a minha respiração voltar a um nível “normal”.

Coma comidas leves, evite comer comidas pesadas e gordurosas pois isso vai exigir mais do seu corpo para a digestão. Dando prioridade a comidas leves você gasta menos energia na digestão e aproveita mais.

Essas foram coisas importantes para lidar com o mal de altitude, espero que possa te ajudar também. 

Atendimento médico na Bolívia

Ninguém planeja uma viagem pensando em ficar doente, não é mesmo?

O problema é que isso às vezes acontece, e nesse caso da Bolívia aconteceu com o Ayrton. Ele estava com fortes dores abdominais, precisamos ir 3 vezes ao médico para identificar qual era a causa daquelas dores.

Fomos na Unidad Sanitaria em Potosí, mas os médicos estavam tratando como se o mal causado fosse justamente o mal de altitude.

Em Santa Cruz de La Sierra descobrimos que o problema era no rim, ele estava com areinhas e isto estava provocando as dores. Depois de realizar alguns exames descobrimos a causa e compramos os remédios receitados.

Caso você precise de atendimento médico na Bolívia, aqui abaixo fica algumas informações sobre o atendimento que tivemos em Potosí.

Unidad Sanitaria

Mal de Altitude na Bolívia e atendimento médico

Uma questão importante de ressaltar é que internet é muito importante na viagem, principalmente nesses casos. Ainda bem que estávamos conectados nessa viagem, compramos um chip local da Entel e nesse post aqui eu explico tudo, então já salva pra não perder.

Procuramos uma unidade de saúde para atendimento, e a mais perta era essa da foto. Pegamos um táxi e fomos até lá para o Ayrton ser atendido.

A saúde na Bolívia é pública, mas não é gratuita. O preço do atendimento é bem acessível, mas os medicamentos nem tanto. A consulta custa 15 bolivianos e se você precisar de aplicações ou internações são outros valores pagos à parte.

Atendimento médico

Mal de Altitude na Bolívia e atendimento médico

Ao entrarmos pagamos os 15 bolivianos e recebemos uma folha em branco de receita médica, com ela esperamos na fila e fomos atendidos pelo médico local.

Depois de uma boa enrolada no portunhol para explicar os sintomas, o médico de imediato já entendeu que seria em função do mal de altitude. Posteriormente descobrimos que não era isso, mas neste hospital além de ser receitada a medicação o Ayrton ficou um tempo tomando oxigênio de repouso.

O atendimento foi muito bom, o hospital pareceu ser bem equipado nas salas que passamos. O problema foi a medicação e o dinheiro que gastamos nessa brincadeira toda.

Seguro Viagem

Gente, eu nunca vi na prática a importância de um seguro viagem! Nós gastamos uma boa grana nessa viagem com atendimento, exame, remédios e sem contar os perrengues.

Fomos com o seguro gratuito da Visa, mas ainda não tivemos o ressarcimento do valor. Trouxemos todas as notas e contas para fazer a prestação de contas dos valores gastos, e depois disso faço um post aqui falando dessa experiência e tudo mais.

Está planejando sua viagem para Bolívia

Já reservou a sua hospedagem? Com esse link você ganha R$50,00 de desconto reservando pela Booking.

E com esse link você ganha R$179,00 de desconto pelo Airbnb, caso não seja cadastrado ainda.

Nos acompanhe nas redes sociais e veja o dia a dia das viagens! Não perca nenhuma novidade 🙂 

Mal de Altitude na Bolívia e atendimento médico
Salve no Pinterest!
Vamos falar mais de viagem?